Aguarde. Carregando informações.

+55 (82) 3342-2881

faleconosco@ibgenesis.com.br

http://ibgenesis.com.br

Pastor Yousef Nadarkhani será julgado em setembro

10/07/2012 às 18h44 - Atualizado em: 07/06/2016 às 17h44

 

O pastor iraniano Yousef Nadarkhani que está no corredor da morte, terá de passar por um novo julgamento em 8 de setembro, que pode ser definitivo. Nadarkhani, que possui 35 anos, será julgado por crimes contra a segurança nacional.

De acordo com o Ministério Verdade Presente, que acompanha de perto o caso o pastor foi absolvido de algumas denúncias. “As acusações de apostasia foram abandonadas desde que as novas acusações foram emitidas, mas não temos confirmação disso”.

O pastor de 35 anos, natural de Rasht, no Irã, ficou conhecido pelos cristãos em todo o mundo após ser preso em 13 de outubro de 2009, depois de protestar contra a decisão do governo em forçar todas as crianças, incluindo os filhos de cristãos, a lerem o Alcorão. Condenado à morte, ele continua firme em sua fé cristã.

Em sua carta mais recente (divulgada em maio) Nadarkhani declarou aos que estavam preocupados com ele: “Eu preciso lembrar aos meus amados, apesar de meu julgamento estar feito há tanto tempo, que na carne eu desejo que esses dias terminem logo, mas eu entrego-me à vontade de Deus”.

Acusações

Nadarkhani era líder de uma rede de igrejas domésticas que reunia cerca de 400 pessoas. As acusações contra ele foram posteriormente alteradas para a apostasia e tentativa de evangelizar os muçulmanos. Em 2010, ele foi condenado à morte, numa sentença confirmada pela Suprema Corte do Irã no ano passado.

De acordo com a sharia (lei islâmica), um apóstata tem até três dias para se retratar. O pastor cristão se recusou repetidas vezes a negar sua fé.

O Ministério Verdade Presente e outras organizações fizeram vários apelos para que sejam feitas campanhas de oração e manifestações de apoio a fim de salvar Nadarkhani. Vários países já se manifestaram publicamente, pedindo a libertação dele, incluindo o Brasil.

Mesmo com a data do novo julgamento marcada, a execução dele pode acontecer a qualquer momento e sem aviso prévio, afirma o Verdade Presente.

Fonte: patiogospel.com.br