Aguarde. Carregando informações.

+55 (82) 3342-2881

faleconosco@ibgenesis.com.br

http://ibgenesis.com.br

Marcha para Jesus em Brasilia é tirada do calendário oficial de eventos

23/08/2012 às 18h15 - Atualizado em: 07/06/2016 às 17h33

 

Em decisão unânime, o Conselho Especial do TJ (Tribunal de Justiça) de Brasília concedeu liminar ao governo distrital suspendendo parte de lei que incluiu a Marcha para Jesus no calendário oficial de eventos oficiais. A lei – aprovada em 1997 – determina que o governo contribua financeiramente para a realização da marcha que se realiza todos os anos.

Ao julgar uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade), o TJ sentenciou que somente o Executivo pode tomar decisão que crie despesas. A lei, no caso, foi aprovada pela Câmara.

Antes de anunciar a sentença, Tribunal ouviu a presidência da Câmara, que argumentou não haver necessidade de uma medida liminar (decisão de urgência) porque na prática a lei não criou despesas. Para o TJ, contudo, a lei é inconstitucional e tomou a decisão para “resguardar o orçamento público”.

Por se tratar de uma medida provisória, o seu mérito ainda terá de ser julgado pelo plenário do Tribunal.

A Marcha de Jesus é realizada por igrejas evangélicas em centenas de cidades. Muitas delas, a exemplo da de Brasília, dependem do dinheiro público. A decisão da Justiça do Distrito Federal poderá servir de base para o julgamento de tribunais de outros Estados.

Fonte: InforGospel