Aguarde. Carregando informações.

+55 (82) 3342-2881

faleconosco@ibgenesis.com.br

http://ibgenesis.com.br

“Escolhida você já foi lá no Gólgota, agora está na hora de fazer a diferença”

Confira a entrevista exclusiva da pra. Rosa Maria Valadão, preletora da Conferência de Mulheres

29/08/2016 às 14h16

A pastora Rosa Maria Valadão, do Rio Grande (RS), foi a preletora da Conferência de Mulheres “Escolhidas para Fazer a Diferença”, realizada de 26 a 28 de agosto, na Igreja Batista Gênesis. Confira a entrevista que fizemos com esta mulher de Deus, que é uma referência nacional na Convenção das Igrejas Batistas Independentes (CIBI) e tornou-se tão querida para nós também:

Ministério de Comunicação: É a primeira vez que senhora nos visita. Gostou da conferência?

Pra. Rosa: A conferência foi muito boa, muito joia. O pessoal é muito querido, muito amado. Presença de Deus. Gostei demais!

Ministério de Comunicação: Nem todas as interessadas conseguiram participar da sua oficina “Enquanto o príncipe não chega”. Para quem não estava lá, quais os conselhos e o resumo do que foi ministrado?

Pra. Rosa: O primeiro ponto é pessoa se desfazer dos rótulos “você está encalhada”, “você não consegue ninguém”, “você está ficando muito velha”. Tem que se libertar dos rótulos negativos. A segunda coisa é quem você é em Deus. Você é filha, você é amada. Em Deus é que você vai ser plenamente realizada, isto não quer dizer que você não tenha o sonho. Você deve continuar com o sonho, mas quem vai te trazer uma realização é Deus. Porque essa pessoa, por melhor que seja, é uma pessoa, não é Deus. Tenha essa realização plena em Deus, preparando-se para encontrar essa pessoa.

Falei também sobre a diferença entre o amor e a paixão. De repente você teve uma paixão e foi frustrada, machucada por causa de uma paixão, não o amor. O amor verdadeiro é progressivo e Deus orienta. Mais para o final eu falei dos sonhos, tem que sonhar. Tem que alimentar esse sonho em Deus, não pode tirar Deus que é a prioridade. E é normal querer casar, sonhar e esperar o príncipe.

Ministério de Comunicação: O tema da conferência foi “Escolhidas para fazer diferença”. Nas ministrações você discorreu bem sobre isso. Para quem não participou ou ouviu todas as ministrações, como você resumiria o principal?

Pra. Rosa: Eu oro que o próprio Espírito de Deus esclareça que já fomos escolhidas lá no encontro com Jesus, no Gólgota, na cruz. Naquele encontro, Ele já nos abraçou e nos escolheu. Agora, a diferença e a transformação vão acontecer na caminhada, à medida que a gente se aproxima dEle e permite que Ele nos use como instrumento. O fato de estarmos na esfera do cristianismo nos mostra que fomos escolhidas.

Ministério de Comunicação: Dentro da sua jornada, desde a conversão até agora, quais momentos marcantes que você compartilharia com outras mulheres que estão também nas suas jornadas particulares?

Pra. Rosa: O momento da minha chamada foi um momento de convicção muito forte, eu tinha certeza que Deus tinha me chamado. Ser separada para o ministério e estar pastoreando a igreja que eu estou foram coisas que Deus foi fazendo, não foram coisas que eu conquistei pela minha força, mas Ele foi abrindo as portas. Tudo são momentos significativos que Ele preparou e nessa caminhada Ele sempre me surpreende com convites para estar “aqui e ali”, como por exemplo, aqui; são coisas de Deus.

Ministério de Comunicação: A última ministração, no domingo (28 de agosto), foi sobre sonhos. Quais são os seus sonhos para o futuro?

Pra. Rosa: Eu tenho sonho com a igreja local que eu pastoreio. Sonho em ver um grande grupo de intercessores, de ver um grande grupo de levitas, jovens adorando. Tenho sonhos pessoais também que ainda não se realizaram, mas não estão gaveta (risos), estão na presença do Pai.